quinta-feira, 7 de outubro de 2010



Bondage
Prática e bela arte de amarrar, mais comumente utilizando-se cordas, podendo-se também utilizar panos, tiras elásticas e até fitas adesivas. Nome também empregado para qualquer forma de prender a escrava, inclusive por algemas ou correntes.

Fonte: 

http://www.mestrejotasm.com.br/aeb.htm

Segurança
O bondage seguro como qualquer outra cena dentro do BDSM deve ser realizado entre os sóbrios, parceiros confiáveis que estão plenamente conscientes dos riscos envolvidos. É preciso tomar algumas precauções necessárias para garantir a segurança do bottom.

Precauções de segurança incluem:

*** A utilização de uma palavra de segurança para indicar sofrimento real ou desejo de interromper a cena.
*** Nunca deixe a pessoa imobilizada sozinha.
*** Evitar posições ou apoios que possam induzir a asfixia postural.
*** Garantir que a posição da pessoa que se encontra imobilizada possa ser mudada, pelo menos uma vez por hora (para evitar problemas de circulação).
*** Garantir que a pessoa amarrada possa ser liberada rapidamente numa emergência.
*** Evitar as restrições que dificultam a respiração. (Gags ou exaustores, que bloqueiam a boca).
*** Permanecer sóbrio; álcool e drogas devem ser evitados.

Uma medida de segurança muito simples é perguntar pra pessoa imobilizada de vez em quando, se está tudo bem com ele ou ela. Algumas preparações simples também podem ser úteis um exemplo é alimentasse bem. É surpreendentemente comum para as pessoas ( especialmente aqueles em dietas) desmaiar durante uma sessão longa. Ter uma refeição regular de antemão é recomendado.
Deve-se notar que as cenas representadas em fotografias e vídeos de bondage são escolhidas pelo apelo visual e valor da fantasia. Às vezes, essas posições são perigosas ou não pode ser mantida por mais que alguns minutos (ou seja "não tente isso em casa"). Em muitos casos, não pode ser "encenado" com bons resultados e são apenas para muito boa forma física e participantes muito experientes.

Breast Bondage
Ato de amarrar os seios femininos com corda, cadarço, bandagens, etc. Como parte de um jogo erótico BDSM. Pode incluir "nipple bondage", onde se amarram os mamilos dos seios. Deve-se tomar cuidado com a amarração dos mamilos para não se provocar uma isquemia tecidual.

Fonte: 

http://www.desejosecreto.com.br/dicionario/dic-ad.htm

O breast bondage é uma técnica que envolve a escravidão, a subordinação de corda em torno de seios de uma mulher em um padrão visualmente complexo e decorativo. Nas cenas de breast bondage é mais comum usa corda, mas correias, cintas ou um chicote de fios também pode ser usado. Breast bondage geralmente se concentra nos aspectos decorativos do resultado, e não sobre a imobilização do sujeito feminino. No entanto, o breast bondage pode ser combinada com outras técnicas, que restringem a mobilidade do indivíduo e pode fornecer pontos de fixação para peças de escravidão.
Técnica

O breast bondage pode ser aplicado sobre a roupa ou diretamente sobre a pele, e pode ser usado sob a roupa ou em tela cheia. 1 / 4 polegada da corda, fita, ou tiras de couro pode ser usado.
Como ja foi dito antes a técnica de breast bondage envolve amarrar cordas em volta da base dos seios. Normalmente, a mesma corda é usado para ambos os seios assim o cinto de corda é automaticamente mantidos juntos na frente. A corda, também pode ser fixada nas costas, para fazer uma espécie de sutiã.
Combinação com outras técnicas

Às vezes, o breast bondage é combinado com outras técnicas para obter um maior efeito erótico. Correntes também pode ser penduradas nos seios, tendo a vantagem de uma maior sensibilização através de sua sensacional frieza que pode ser aumentada depois de ficar algum tempo dentro de um freezer.
Além do aspecto visual dos seios sendo levantado, a pressão que é aplicada resulta em uma redução no fluxo sangüíneo, e um novo inchaço e endurecimento das mamas. Isso as torna muito mais sensíveis, especialmente os mamilos e as áreas circundantes, isso pode ser bastante agradável quando essas área são estimulados.
“Para os mais sádicos aconselho o uso de clamps, agulas ou velas bom eu normalmente fasso uso dessas três técnicas isso vai de cada um”.

Segurança

Como acontece com qualquer cena dentro do BDSM, precauções de segurança devem ser sempre tomadas. 

Onde cordas apertadas são utilizads, é possível que o fluxo sangüíneo seja restrito demais, o que pode causar dor e danos permanentes. Por este motivo, cordas finas não devem ser utilizadas. Fotos de e videos de breast bondage, por vezes, mostram que os seios ficam roxo. Quando os seios ou os mamilos começam a mudar de cor ou tornar-se frio ao toque, é um aviso de perigo. É melhor ter várias sessões curtas, em vez de uma longa. Uma boa tesoura também deve ser mantida à mão para corta rapidamente as cordas em caso de emergência.

BDSM não é brincadeira se seu parceiro estiver fazendo algo que não te agrade ou se você chegou ao seu limite use a safe e lembre-se sempre da tríade que separa o aceitável e o condenável no BDSM São, Seguro e Consensual. Tudo que possa ser classificado como SSC é aceitável no BDSM, por mais que algumas (ou nós mesmo) pareça um exagero ou absurdo. Da mesma forma, qualquer coisa que venha a ferir um dos elementos da tríade deve ser condenado, por mais que possa, a princípio, parecer um insignificante detalhe.
Aprofunde-se no assunto, o tema merece ser estudado veemente de forma mais profunda, leia, busque por conhecimento só assim você irá crescer.

Uma parte do texto sobre Breast bondage foi traduzida do site 


http://www.iron-rose.com/IR/docs/breasts.htm

Um comentário:

  1. Saudações ao Grupo BDSM ES.

    Blog muito interessante. Já estou seguindo-os.

    Abraços

    ResponderExcluir

Seguidores